Agência Solid - Como planejar um bom site

Um site é bem mais que um cartão de visitas. Ele desempenha funções extremamente importantes para a sua empresa, sendo ele o ponto de encontro entre você e os seus clientes. 

Mas o que tem por trás daquele site bonito, com conteúdo bem otimizado e com botões de interação que transformam qualquer oportunidade em um lead? A resposta só pode ser: planejamento!

Arquitetar o seu site envolve etapas importantíssimas e que não podem ser descartadas. Por isso, no post de hoje, separamos alguns passos que você pode seguir para planejar o seu site da melhor forma possível. Vamos lá?

Como planejar um bom site?

Etapa 1: Briefing

De maneira geral, um briefing é um resumo das ações e estratégias que serão passadas a um grupo de pessoas para que determinado problema seja resolvido. Um briefing de criação deve ser iniciado nos passos iniciais de todo processo criativo.

No caso, um planejamento de site é quando a pessoa ou agência responsável pelo desenvolvimento do projeto se compromete a abraçá-lo. Então, nessa etapa, é preciso que algumas perguntas sejam feitas. Por exemplo:

  • Qual o segmento da empresa?
  • Quais os diferenciais que ela oferece?
  • Onde estão os pontos de oportunidade?
  • Quem são os concorrentes?

Ou seja, é preciso coletar todas as informações relevantes para se conhecer a empresa e a área de atuação dela. Mas não só isso, também deve-se apresentar, discutir e definir quais são os objetivos que se têm por trás da criação do site.

Etapa 2: Planejamento

Esse provavelmente é o passo mais importante que você precisa dar nesse momento. Sabe todas aquelas informações que reunimos no briefing? É agora que elas entram em ação!

É nesse momento que será definido como toda a informação será organizada nas seções do site. Além disso, também é preciso definir o número de páginas – início; sobre; blog, contato e etc. -,  qual será o layout, principais informações que serão disponibilizadas e quais serão as funcionalidades que ele terá.

Para que tudo fique mais visual e intuitivo, é que as pessoas utilizam o chamado Sitemap. Como o próprio nome já  diz, o Sitemap é o mapa do site. Existem vários aplicativos nesse segmento que servem para facilitar a nossa vida. O próprio Google tem sua plataforma própria para isso. 

Agora que você já entendeu que essa parte é muito importante  para mostrar como o site atingirá o objetivo do cliente, vamos para o próximo passo!

Etapa 3: Wireframe

O Wireframe é o esqueleto do site. Um protótipo ou versão bastante primitiva do visual de um projeto. Ele não vai conter cores ou uma identidade visual definida, podendo ser feito, inclusive, com lápis, caneta e régua – obviamente que hoje em dia existem inúmeros softwares que fazem isso bem mais rápido e de forma prática. 

Esse esqueleto irá mostrar a anatomia por completo do projeto, representando a diagramação e as macro estruturas do site, ou seja, irá mostrar por meio de formas geométricas e linhas como foi pensada a divisão da interface em seções. 

Em outras palavras, ele é um rascunho, pelo qual é possível enxergar como o produto final vai ficar. Esse trabalho vai auxiliar também o designer na hora da diagramação e pode ser alterado quantas vezes forem possíveis caso algum erro seja identificado. 

Etapa 4: Layout

Agora, sim, você pode pensar na estética de maneira mais aprofundada. Quais serão as cores, onde as imagens serão dispostas, ou seja, pense na identidade visual como um todo. Lembre-se que, até esse momento, nada no seu site tem cor ou imagens ilustrativas definidas. 

Etapa 5: Redação e conteúdo

Antes de pensar no visual do site, que é, sim, muito importante, você precisa pensar no conteúdo que ele irá conter. Um site com um conteúdo ruim é a pior coisa que um visitante pode encontrar. Erros de português ou informações incompletas que não saciem a necessidade do cliente irá expulsá-lo imediatamente do seu site

É preciso ter em mente, com base no briefing, qual o objetivo do site. Somente assim você irá conseguir escolher as melhores informações para compor o corpo dele.

Além disso, se preocupar com o SEO e a adequação do público com o conteúdo são pontos primordiais. Então é preciso ter cuidado com o tom de voz, necessidades, prioridades e objetivos que as pessoas terão ao entrar em contato com você.

Etapa 6: Desenvolvimento de como planejar um bom site

Todas as fases anteriores que mencionamos, precisam passar pela aprovação de um representante ou responsável pela empresa. O desenvolvimento, porém, não irá precisar ser aprovado, já que é uma etapa mais sistemática e exige um conhecimento técnico que não é propriamente visível aos olhos

Nesse momento se inicia a codificação e a programação do site. A escolha da plataforma ou gestor de conteúdo deve ter sido definida no planejamento, já que nessa fase foi decidido quais são os recursos necessários.

O desenvolvimento se refere ao processo de construção e testes do software específico para a web, com o intuito de se obter um conjunto de programas que satisfazem as funções pretendidas.

Depois disso, os testes começarão a ser feitos, as imagens começarão a ser subidas na plataforma e os conteúdos institucionais serão carregados. Agora é a hora de identificar todos os erros possíveis, modificar os últimos detalhes porque o passo final do projeto está se aproximando: a publicação do site no domínio permanente.

Planeje para todas as telas

Você já ouviu falar em design responsivo?

Como o próprio nome já sugere, ele consegue responder ao tamanho de tela pelo qual o cliente está visualizando o seu site. Então, durante o planejamento, de forma alguma, você pode esquecer que o seu site deve se adaptar ao computador, ao celular e ao tablet, ou seja, à todas as telas possíveis.

Afinal, o uso de smartphones aumenta a cada dia, inclusive nos e-commerces, e a experiência do seu cliente deve estar na sua cabeça desde os primeiros passos dados do planejamento.

Vá com calma

No calor do momento, você deve estar muito empolgado(a) para que seu site vá logo para o ar. Mas tenha calma! Você precisa entender que para que seu site saia perfeito, é preciso respeitar várias etapas importantes.

Essas etapas envolvem o trabalho de profissionais de diferentes áreas, e nenhum passo pode ser atropelado para que tudo saia como o esperado.

Por isso, o seu planejamento deve ser minucioso, pensado em todos os detalhes e sem deixar de pensar na experiência do cliente enquanto ele navega pelo seu site. 

Considerações finais de como planejar um bom site

Convenhamos que planejar um site dá, sim, um trabalhão. Mas tudo isso irá valer a pena quando você começar a colher seus resultados futuros. 

Esperamos ter ajudado você a engatinhar com seu projeto. Mas lembre-se que você não precisa seguir a fio todas as dicas que demos aqui – apesar de elas serem muito importantes. A adequação das ideias conforme a situação que a sua empresa se encontra deve ser o guia inicial de todo o desenvolvimento. 

O orçamento, o prazo, o porte do seu negócio devem ser levados em consideração desde o momento que você pensa em tirar as ideias da cabeça. E é por isso que o planejamento deve ser tão importante. 

E é com essas dicas valiosas que finalizamos o post de hoje.

Conte conosco na tarefa de como planejar um bom site! Um abraço

Gostou do conteúdo? Clique aqui

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber as novidades do nosso blog? Entre para nossa lista VIP!

Vamos conversar sobre o seu projeto?

Basta preencher os campos abaixo que retornaremos o mais rápido possível!